Erika Januza e Marcello Melo Jr. estrelam clipe da Viradouro por Unidos do Viradouro

O ensaio de terça-feira que vem, dia 8, na quadra da Viradouro, em Niterói, terá uma atração especial: a exibição do clipe oficial do samba-enredo “Não há tristeza que possa suportar tanta alegria”, que a vermelho e branco vai cantar na Avenida no desfile de 22 de abril.

 

Ambientado no Arco do Teles – marco da arquitetura carioca, construído no século 18 -, na Praça 15, Centro do Rio, o filme de 10 minutos de duração coloca os artistas da escola para reviver o clima de alegria do Carnaval de 1919, o primeiro pós-pandemia da gripe espanhola, e que será o tema do desfile da atual campeã do Grupo Especial.

 


 

Trajando figurino de época, o elenco tem nos papéis de pierrot e colombina, personagens destacados na letra do samba, os atores Marcello Melo Jr. e Erika Januza (rainha de bateria da Viradouro).

 

Dividindo o protagonismo com a dupla de famosos da TV, abrilhantam o clipe o intérprete Zé Paulo Sierra, mestre Ciça, o primeiro e o segundo casais de mestre-sala e porta-bandeira (Julinho Nascimento, Rute Alves, Amanda Poblete e Jeferson Souza), as musas Luana Bandeira e Bellinha Delfim, além de ritmistas, passistas, baianas e demais segmentos.

 

Iniciativa inédita: ‘Espetacular’, diz Ciça sobre o clipe

 

É a primeira vez que a escola produz um videoclipe com o objetivo de divulgar o samba-enredo. A idealização do projeto foi do presidente Marcelinho Calil. Parte do elenco e a equipe da escola que esteve no apoio no dia da gravação assistiu, em primeira mão, numa sessão exclusiva que aconteceu mês passado, no auditório do barracão da vermelho e branco, na Cidade do Samba.

 


Rainha dos ritmistas, Erika Januza, apesar da agenda repleta de compromissos profissionais, não economizou esforços para a realização do projeto. Partiu dela, a colombina do vídeo, a ideia de convidar o amigo Marcello para representar o pierrot. A atriz se emocionou durante a “sessão de cinema” no barracão e aproveita para destacar algumas características que já conseguiu identificar na Viradouro desde que passou a frequentar a escola, ano passado.

 

– Fiquei muito emocionada. E me surpreendeu muito o resultado, porque eu não esperava que fosse ficar nesse padrão de cinema. A Viradouro está sempre inovando, sempre trazendo o diferencial dela, que vai desde a forma de conduzir pessoas até o que entrega. Essa inovação eu tenho visto que faz parte da Viradouro. Quando as pessoas assistirem, vão entender a grandiosidade do que foi feito. Tenho certeza que o clipe vai agradar tanto, que vai ser compartilhado nas redes, pra que quem ainda não conhece o nosso samba, que é uma declaração de amor ao Carnaval – elogia Januza.

 

Dono da voz oficial da escola, Zé Paulo Sierra também está vibrando com o trabalho e aposta no sucesso da novidade:

 

– O vídeo tem várias qualidades, principalmente pelo ineditismo. A roteirização, as escolhas foram muito felizes. O produto final ficou emocionante. Então, preparem o coração para o que vem por aí.

 

Ciça, o mais veterano entre os mestres de bateria em atividade no Carnaval carioca, foi outro que se surpreendeu com a produção audiovisual.

 

– Essa direção da Viradouro não é mole, vive surpreendendo a gente. O resultado do vídeo ficou sensacional, espetacular, tá num patamar elevadíssimo. Tenho que dar parabéns a todos que participaram da produção.

 

‘O Carnaval merece esse tipo de produção’, diz Marcelo Calil

 

O presidente Marcelinho Calil avalia que o propósito de apresentar ao público, além do samba, um maior detalhamento do enredo da escola, foi atingido com o clipe.

 

– O resultado foi melhor do que a gente imaginava. Conseguir entregar um produto assim no Carnaval não é fácil, por uma série de limitações que a gente tem. E foi tudo feito com profissionalismo, muito amor e muito carinho. É um trabalho de alta qualidade. Tenho que agradecer ao papai (Marcelo Calil, presidente de honra), que sempre apoia os nossos projetos inovadores. Agradecer também a Alice (Fernandes) e a Muitamídia pela competência na criação e execução do projeto, e a Erika e ao Marcello, por cederem o tempo e a qualidade do trabalho deles pra engrandecer o projeto da Viradouro – destacou Marcelinho.

 

Segundo Marcelo Calil, presidente de honra, vários fatores foram essenciais para o êxito do projeto:

 

– Quando vocês assistirem, vão notar que, com exceção do ator Marcello Mello Jr, todo o elenco é formado por pessoas da escola, da comunidade ou dos segmentos. Nós buscamos valorizar quem faz a Viradouro. A escolha da locação, o Arco do Teles, e os figurinos também foram importantes para remeter quem assiste à época retratada pelo nosso enredo. O Carnaval merece esse tipo de produção. Vale a pena todo mundo assistir, tá muito lindo.

 

Mais de 100 pessoas, entre elenco, técnicos, time de profissionais do barracão e da quadra contribuíram direta ou indiretamente para a realização do clipe, que tem direção da jornalista Alice Fernandes, da Muitamídia.

 

O ensaio de comunidade da Viradouro, começa às 19h. Haverá transmissão ao vivo pela TV Viradouro e, assim que a exibição na quadra terminar, o vídeo será postado nas redes sociais da escola.

 

O samba oficial de 2022 é de autoria dos compositores Felipe Filósofo, Fabio Borges, Ademir Ribeiro, Devid Gonçalves, Lucas Marques e Porkinho. 

Fotos: Wagner Rodrigues

Apoio
  • Agência Putz!